Últimas Notícias

AUDIÊNCIA PÚBLICA DEBATE VIOLÊNCIA EM JABOATÃO

18/04/2017

AUDIÊNCIA PÚBLICA DEBATE VIOLÊNCIA EM JABOATÃO

Preocupados com o alto índice de violência em todos os quadrantes de Jaboatão dos Guararapes os vereadores da Casa Vidal de Negreiros convidaram autoridades do município e do estado para debater o assunto em audiência pública realizada hoje (18), no plenário da Câmara. Na ocasião representantes das polícias civil e militar, da prefeitura, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e da sociedade civil organizada tiveram oportunidade de expor ideias e ações para combater a criminalidade.

PLURALIDADE DE IDEIAS CONTRIBUI PARA EVOLUÇÃO DA CÂMARA

17/04/2017

PLURALIDADE DE IDEIAS CONTRIBUI PARA EVOLUÇÃO DA CÂMARA

O caráter plural e democrático da Câmara de Vereadores de Jaboatão foi destacado pelo presidente da Casa Vidal de Negreiros, vereador Adeíldo da Igreja, hoje (17), durante a sessão plenária. O parlamentar disse que divergências e o debate saudável de ideias diferentes fazem parte da rotina das grandes democracias do mundo e servem para amadurecer o processo político e os integrantes das Casas Legislativas.

NOTA SOBRE CONCURSO PÚBLICO

11/04/2017

NOTA SOBRE CONCURSO PÚBLICO

Considerando a divulgação imprecisa e distante da realidade dos fatos sobre a realização de concurso público pela Câmara de Vereadores de Jaboatão em redes sociais, o presidente da Casa Vidal de Negreiros, vereador Adeíldo da Igreja, emitiu hoje (11) um comunicado para esclarecer a população e os interessados no assunto sobre o andamento do processo para realização do certame.

LEI DIZ QUE BANCOS DEVEM TER VIGILÂNCIA 24 HORAS

07/04/2017

LEI DIZ QUE BANCOS DEVEM TER VIGILÂNCIA 24 HORAS

A Câmara de Vereadores de Jaboatão aprovou hoje (07) projeto de lei do vereador Carlos André que obriga os bancos situados em Jaboatão a ter vigilantes armados durante as 24 horas do dia no interior das agências. Na justificativa o parlamentar informa que as explosões de caixas eletrônicos aumentaram desde que os estabelecimentos decidiram abolir o sistema de vigilância ininterrupta por alarmes. O projeto segue agora para sanção, ou não, do prefeito Anderson Ferreira.