OS CORREIOS E O CIDADÃO INVISÍVEL

por Pedro Tinoco publicado 05/09/2017 23h51, última modificação 05/09/2017 23h51
Ter um endereço, receber correspondências em casa. Para a maioria da população é simples assim. É um direito básico do cidadão. Mas por incrível que pareça no município de Jaboatão ainda existem centenas de residências aonde as cartas simplesmente não chegam. A fim de resolver a questão a Câmara de Vereadores estuda convocar os Correios para uma audiência pública.

A questão foi levada ao plenário hoje (05) pelo vereador Ênio, a partir de reclamações de diversas comunidades. “Infelizmente esta é uma situação que atinge muitas pessoas em Jaboatão. As pessoas têm dificuldades para receber as cartas. Para o cidadão é como se ele não existisse. Ter um endereço reconhecido é um direito. Tenho o relato de pessoas de muitas ruas que não constam nos registros dos Correios. Temos que fazer um esforço conjunto para resolver este problema”, afirmou.

O presidente da Casa, vereador Adeíldo da Igreja, apoiou a iniciativa e disse que a Câmara fará o possível para solucionar a questão. “Só sabe o que é isso quem está passando pelo problema. É um pedaço da cidadania da pessoa que está faltando e nós vamos trabalhar para que cada residência de Jaboatão passe a constar na planilha dos Correios”.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.