VOTO DE REPÚDIO CONTRA ATAQUE AOS CRISTÃOS

por Pedro Tinoco publicado 02/08/2018 19h14, última modificação 02/08/2018 19h14
O vereador e líder da Bancada Evangélica na Câmara de Vereadores de Jaboatão, Irmão Fabinho, apresentou, hoje (02), requerimento propondo "Voto de Repúdio" ao cantor Johnny Hooker, que durante o último Festival de Inverno de Garanhuns fez declarações discriminatórias e desrespeitosas aos seguidores de religiões cristãs. O 'artista' usou o palco do evento para dizer que Jesus Cristo era homossexual.

"Ele desrespeitou o maior símbolo do Cristianismo de uma maneira odiosa e repugnante. Eu não sou contra a orientação sexual de ninguém. Esta é uma questão pessoal de cada pessoa. Mas o que ele fez foi algo que não tem o apoio nem dos homossexuais.Não se pode tentar defender uma bandeira desmoralizando o que é sagrado para tanta gente", comentou o vereador, que é estudante de teologia e membro da Igreja Metodista Wesleyana.

O parlamentar disse que pretende provocar o Ministério Público a fim de que o 'cantor' seja obrigado a se retratar. "A agressão dele atingiu milhões de pessoas no Brasil e em outros países. Esperamos que o Ministério Público se posicione sobre o assunto", afirmou.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.